terça-feira, 7 de dezembro de 2010

.... o tempo vai passando.....

neste tempo de ausência senti como se tivesse abandonado este local que considerei tanto tempo como o "meu canto".... um local priveligiado de partilha e divagação, de inspiração, de encontro e reflexão, de pausa no tempo... no meu tempo.... mas, sobretudo, um espaço de encontro... de encontro comigo própria... de encontro com ... "os outros"...

abandonei este local tal como me abandonei ao sabor das emoções durante este período de tempo... de pausa... de espera.... de encontros e desencontros... de procura e descoberta.... de alguma luta... algumas lágrimas.... mas sobretudo de mudança...

queria poder dizer que me sinto completamente feliz....

a vida é demasiado complicada.... as pessoas são demasido complicadas.... o egoísmo... o ciúme... a maldade... o despeito... o desrespeito.... o(s) hábito(s).... e as coisas mais práticas, como ter casa, emprego, o que comer.... ter (algum) dinheiro.... não para esbanjar, mas para fazer face às "necessidade normais" do dia a dia.... mesmo que a necessidade seja apenas tomar um café..... seja apenas a compra de uma pequena lembrança para comemorar uma data especial...

com isto quero dizer que há coisas importantes, diria até fundamentais, que não existem... e outras perfeitamente descartáveis que sobejam.... no fim... resta (apenas) o sentimento... um grande sentimento.... um sentimento que existe... um sentimento que é partilhado.... e que foi comunicado a quem de direito...

Depois existe o sonho....

o sonho da concretização de todos os nossos planos.... trabalhados diariamente até à exaustão..... pensados.... construídos e fundamentados no desejo de transformar o sonho nessa realidade que podemos sentir e distinguir quase ali.... tão próxima que se estendermos a mão lhe podemos tocar.... mas que ainda assim não foi ainda....

resta, continuar a lutar....
resta, continuar a acreditar....
resta, continuar a amar....
resta, sempre, a capacidade de sonhar.....



resta, ainda e sempre, a capacidade de sorrir....