sexta-feira, 9 de abril de 2010

Sentir-te...


Sentir-te assim no meu abraço
sentir-te em liberdade, ao vento
neste preciso momento poder parar o tempo
por um momento em mim
e amar-te nesse abraço
sentir-te no teu cansaço
poder sorrir p'ra ti...
E não importa que seja assim
não me importa que não estejas mais aqui
perto de mim
porque ainda sinto o teu sabor
nos meus lábios, na minha boca
Não! afinal eu não estou louca
sinto o teu desejo em mim...